Acreditações

O Hospital e Maternidade Vitória segue rigorosos modelos de qualidade reconhecidos nos âmbitos nacionais e internacionais.

Desde sua fundação, o Hospital e Maternidade Vitória seguiu rumo à implantação das seis metas internacionais de qualidade preconizadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Dessa forma, a segurança dos pacientes e dos profissionais que atuam no hospital é garantida por medidas desenvolvidas através dessas metas.

Conheça as seis metas internacionais de segurança e o que o Hospital e Maternidade Vitória implantou visando a segurança de seus pacientes:

Meta 1 - Identificar os pacientes corretamente.

Falhas no processo de identificação dos pacientes podem causar erros graves, como a administração de medicamentos e cirurgias em pacientes “errados”. No Hospital e Maternidade Vitória, os profissionais devem checar nome completo e data de nascimento do paciente antes da administração de medicamentos, sangue e hemoderivados, coleta de amostras de sangue e outras amostras para testes clínicos e quando da realização de tratamentos ou procedimentos. Tais informações são facilmente encontradas na pulseira de identificação do paciente e nas etiquetas aderidas aos documentos do prontuário.

Meta 2 - Melhorar a efetividade da comunicação entre profissionais da assistência.

Erros de comunicação entre os profissionais da assistência podem causar danos aos pacientes. No momento em que se faz uma ordem verbal ou telefônica, ou se comunicam resultados críticos de exames, devemos nos certificar de que a informação foi compreendida e registrada corretamente por quem a recebeu. Para isso, o profissional que recebeu a ordem ou o resultado deve primeiramente escrever o que ouviu e então “ler de volta” a ordem completa ou o resultado do exame.

Meta 3 - Melhorar a segurança de medicações de alta vigilância.

Soluções de eletrólitos em altas concentrações para uso endovenoso são potencialmente perigosas. O Hospital e Maternidade Vitória define como medicações de alta vigilância o cloreto de potássio 19,1%, o cloreto de sódio 20%, o sulfato de magnésio 50% e o fosfato de potássio 2mEq/ml. Essas medicações não devem ser facilmente acessíveis, portanto são segregadas das demais e identificadas com etiqueta vermelha.

Meta 4 - Assegurar cirurgias com local de intervenção correto, procedimento correto e paciente correto.

Cirurgias ou procedimentos invasivos em locais ou membros errados são erros totalmente evitáveis, decorrentes de falhas na comunicação e na informação. O Hospital e Maternidade Vitória utiliza o Protocolo Universal para prevenção de cirurgias com local de intervenção errado, procedimento errado ou pessoa errada. Esse protocolo inclui:

  • a marcação do local da cirurgia ou do procedimento invasivo. A marcação recomendada é um círculo ou dois círculos circunscritos simulando um alvo;

  • uma lista de verificação pré-operatória para confirmar que procedimentos importantes, como a avaliação pré-anestésica, anamnese, exame físico e consentimento informado, foram realizados.

  • O TIME OUT é feito no local onde a cirurgia ou o procedimento invasivo serão realizados. Nesse momento, em voz alta, informações são confirmadas pela equipe responsável, como a identificação do paciente, qual o procedimento a ser realizado e a checagem da estrutura do local, utilizando-se técnicas de comunicação ativa entre todos os participantes da equipe.

Meta 5 - Reduzir o risco de infecções associadas aos cuidados de saúde.

A OMS estima que entre 5% e 10% dos pacientes admitidos em hospitais adquirem uma ou mais infecções. A higiene das mãos, de acordo com as diretrizes atuais da OMS ou do Center for Disease Control, é uma medida primária preventiva fundamental.

O Hospital e Maternidade Vitória, entre as muitas ações para reduzir o risco de infecções associadas aos cuidados de saúde, implementa estratégias para a educação e o treinamento de técnicas para a higienização das mãos para toda a equipe, monitora o uso de antibióticos para profilaxia e tratamento e implementou medidas de prevenção da infecção da corrente sanguínea relacionada ao cateter venoso central em toda a instituição.

Meta 6 - Reduzir o risco de lesões ao pacientes, decorrentes de quedas.

O Hospital e Maternidade Vitória possui um protocolo de prevenção de quedas onde todos os pacientes são avaliados e reavaliados periodicamente em relação ao risco de queda, incluindo o risco potencial associado ao uso de medicamentos prescritos e a adoção de medidas para diminuir ou eliminar qualquer risco identificado, quando possível.

Veja também

Codigo de conduta - Todos os direitos reservados